MICOS

Sei que está “errado”, mas me recuso a escrever dia a dia com hífen. Assim como pé de cabra, que os letrados dizem que tem que escrever com hífen para não confundir com o pé do animal. Só um ladrão muito burro (ou então um gramático) para trocar uma coisa pela outra. Mas uma das maiores barbaridades da língua é transformar um bichinho tão pequeno em um palavrão: mico-leão-da-cara-dourada. Deve ser por isso que ele está ameaçado de extinção. Esse mico eu não pago, não compro, não vendo, não empresto e não dou.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: